Pós-menopausa: como aliviar as dores desse período?

Pós-menopausa: como aliviar as dores desse período?

A menopausa é um momento marcado pelas transformações no organismo da mulher. Elas são causadas principalmente pela queda dos hormônios reprodutivos, e passada essa fase entra a pós-menopausa, marcada por sintomas muito desconfortáveis. 

E quando falamos em desconfortos, as dores são as mais comuns. Considerando que a expectativa de vida da mulher está cada vez maior, então podemos considerar que ela deva passar mais tempo sentindo tais desconfortos pós-menopausa. Certo?

Errado! É possível aliviar as dores nesse período, e é sobre esse tema importantíssimo que trago para minhas ginemusas. Vamos conferir?

Problemas com o sono

Com o aumento da expectativa de vida, mais de um terço das mulheres passará a vida na fase pós-menopausa. Como resultado, é provável que experimentem sintomas da menopausa causados ​​por alterações hormonais. 

Os principais sintomas da menopausa incluem dor musculoesquelética e insônia, juntamente com sintomas vasomotores. Além disso, mulheres com dor musculoesquelética crônica apresentando insônia frequentemente relatam maior intensidade de dor, latência de sono mais longa, sono mais fragmentado e menor tempo total de sono do que pacientes não insones. 

O sono é um fator crucial para mulheres com dor crônica. Por exemplo, há uma grande quantidade de evidências mostrando que os distúrbios do sono aumentam a sensibilidade à dor e agravam o risco de incapacidade relacionada à dor, depressão e problemas de saúde. 

Leia também::: Como manter o peso saudável na menopausa?

Secura vaginal

Porém, um dos maiores problemas na pós-menopausa é a secura vaginal. Entre as principais causas, está a alteração hormonal.

Mas a  secura vaginal não significa que você tenha que desistir de desfrutar de uma vida sexual saudável. 

Durante os anos férteis da mulher, o estrogênio ajuda a manter o tecido vaginal saudável, secretando a lubrificação vaginal. Assim sendo, esse ambiente úmido ajuda a manter a elasticidade do tecido, o pH adequado e protege os tecidos contra danos e infecções.

A excitação sexual também aumenta a lubrificação vaginal, o que proporciona um ambiente acolhedor para a masturbação, as preliminares e a relação sexual.

Por isso, após a menopausa, também conhecida como pós-menopausa, os níveis hormonais caem, diminuindo a produção natural de lubrificação. 

Nesse sentido, as mulheres que apresentam secura vaginal relatam uma variedade de sintomas desconfortáveis ​​que podem afetar o prazer e o desejo de relações sexuais, incluindo:

  • Um aumento nas infecções vaginais
  • Desconforto ao urinar
  • Tecido vaginal mais seco, mais fino e menos elástico, mais propenso a lacerar e sangrar

Felizmente, as mulheres têm uma variedade de opções de tratamento eficazes disponíveis. 

Como aliviar as dores

Muitas mulheres preferem começar com opções para tratar a secura vaginal que não dependa da introdução de hormônios no corpo. Entre eles, podemos citar:

Divirta-se! 

Aliás, a estimulação sexual regular, quer você esteja dando prazer a si mesma ou com um parceiro, promove a lubrificação e o fluxo sanguíneo na área, o que pode melhorar a saúde vaginal. Os brinquedos sexuais, como um vibrador, podem tornar mais fácil se estimular.

Fale com seu parceiro

Por exemplo, secura vaginal durante o sexo também pode ser o resultado de não estar totalmente excitado. Por isso, comunique-se com seu parceiro sobre como ele pode atender melhor às suas necessidades durante as preliminares. 

Experimente lubrificantes 

Lubrificantes podem reduzir significativamente o desconforto da fricção durante o sexo e a masturbação. Você pode aplicá-los diretamente em sua vagina.

Tratamento com hormônios

Por fim, outras opções para tratar a secura vaginal incluem tratamentos hormonais, que podem ter outros benefícios adicionais para mulheres na pós-menopausa. Mas isso sempre deve ser feito por orientação médica, que indicará o melhor hormônio, a dose ideal, e tratará sua causa específica!

Leia também::: Quais os benefícios do implante hormonal para o organismo?

Viva sem dores na pós-menopausa

Por mais turbulento que seja esse período, saiba que você pode ter toda a qualidade de vida que merece. As alterações no corpo são normais e fazem parte do ciclo de vida, mas ter de conviver com a dor é algo que pode ser descartado.

Por isso, caso esteja enfrentando problemas nesse período, consulte seu ginecologista. Dessa forma, explique a ele seus dilemas e com certeza o profissional saberá indicar a melhor alternativa para você aliviar as dores desse período.

Por fim, caso queira compreender um pouco mais sobre a terapia de reposição hormonal, tanto na menopausa, quanto na pós-menopausa, confira o vídeo que gravei para meu canal. É só dar o play abaixo!