You are currently viewing Mitos e verdades dos implantes hormonais

Mitos e verdades dos implantes hormonais

Tem dúvidas sobre os implantes hormonais? Calma que você não está sozinha nesse barco! É incrível a quantidade de perguntas que recebo em relação a esse tema.

Também chamados glamourosamente de chips da beleza, eles promovem ação anticoncepcional, reduzem as cólicas menstruais e os sintomas da TPM. Entre os efeitos benéficos, ainda estão o combate aos desagradáveis sintomas da menopausa, além de reduzir a retenção de líquidos.

Mas é comum surgirem muitas dúvidas sobre os implantes hormonais, e é sobre os mitos e verdades em torno deles que trato no artigo. Vamos lá!

Mas o que são os implantes hormonais?

Antes de falarmos sobre mitos e verdades, vamos explicar melhor o que são os implantes hormonais. Eles são hastes finas, pequenas (4 cm) e flexíveis, que são implantadas sob a pele da parte superior do braço.

As hastes do implante contêm progestágenos que são continuamente liberados na corrente sanguínea da mulher. As progestinas são como o hormônio progesterona, que é produzido naturalmente no corpo da mulher.

A liberação contínua de progestágenos impede a mulher de liberar um óvulo todos os meses. Também engrossa o muco do colo do útero, dificultando a passagem do esperma para o útero.

Os implantes protegem contra a gravidez logo após serem inseridos. Dependendo do tipo de implante, eles duram de 3 a 5 anos, mas podem ser removidos a qualquer momento. A fertilidade retorna quando o implante é removido.

LEIA TAMBÉM>>> Menstruação atrasada: o que provoca mudanças no ciclo?

Mitos e verdades

Agora que você sabe o que são os implantes hormonais, vamos aos mitos e verdades!

Ele causa efeito colateral?

Às vezes! Algumas mulheres apresentam efeitos colaterais dos implantes. É comum, mas não prejudicial, experimentar mudanças nos padrões de sangramento menstrual. Outros efeitos colaterais possíveis incluem dor abdominal, dores de cabeça, sensibilidade mamária e acne. 

Os efeitos colaterais passam com o tempo?

Verdade! Os efeitos colaterais geralmente diminuem com o tempo, especialmente após os primeiros meses a um ano de uso. O ideal é sempre conversar com seu médico antes de realizar o implante.

O implante é doloroso?

Não! Ao ser aplicado, uma pequena anestesia local é administrada sob a pele do braço para evitar dor durante a inserção dos implantes. Esta injeção pode arder. A mulher permanece totalmente acordada durante o procedimento. A inserção leva em média 4 a 5 minutos.

A incisão é pequena e não são necessários pontos. Na maioria dos casos, a inserção não deixa uma cicatriz perceptível. Uma vez inseridos, o contorno dos implantes sob a pele pode ser sentido e às vezes visto. A mulher pode ter hematomas e sentir dor ou irritação por alguns dias depois.

Os implantes causam infertilidade?

Mito! Os implantes param de funcionar assim que são removidos e seus hormônios não permanecem no corpo da mulher. O uso de implantes não afeta a capacidade da mulher de engravidar, embora a fertilidade diminua com a idade da mulher. Um grande estudo descobriu que as mulheres que tiveram seus implantes removidos podem engravidar tão rapidamente quanto as mulheres que pararam de usar métodos não hormonais.

Consulte seu médico

O mais importante buscar seu médico e tirar todas as suas dúvidas. Ele saberá lhe informar sobre os prós e contras de cada método anticonceptivo, permitindo que você possa tomar a melhor decisão.

Além disso, ele pode ser removido a qualquer momento, permitindo que a mulher possa engravidar normalmente. E para saber mais sobre os implantes hormonais, confira o vídeo que publiquei no meu canal no Youtube!