You are currently viewing Menstruação atrasada: o que provoca mudanças no ciclo?

Menstruação atrasada: o que provoca mudanças no ciclo?

Quando a mulher está com a menstruação atrasada, muitas vezes, pode ficar apreensiva que algo em seu organismo não está em harmonia.

Antes de mais nada, precisamos compreender alguns conceitos importantes. O primeiro deles é sobre o próprio funcionamento do ciclo menstrual, sobre o que já comentei neste post.

Esse ciclo pode variar de acordo com a fisiologia de cada mulher. No entanto, consideramos normal que a mulher menstrue em um intervalo entre 23 e 35 dias. Datas a mais ou a menos do que isso é que merecem ser investigadas.

Por isso, é muito importante rastrear o próprio ciclo. Hoje, existem aplicativos de celular gratuitos que podem fazer esse registro e até notificam sobre os períodos férteis.

É muito importante saber que o primeiro dia do ciclo é o dia que a menstruação desce. Mesmo que seja uma pequena quantidade de sangue, é preciso marcar esse dia como o primeiro e também o último dia. Vale a pena registrar os dias certos, se o fluxo foi intenso e quais sintomas acompanharam.

Assim, é possível conhecer o seu ciclo e compreender as mudanças.

Nem toda causa de atraso é gravidez

Sei de muitas mulheres que, ao menor atraso, correm para a farmácia e fazem vários testes de gravidez. É claro que, caso tenha a vida sexual ativa e não faça uso de nenhum contraceptivo, as chances de gravidez são reais.

No entanto, excetuando esses casos, existem outros fatores que podem estar envolvidos em um atraso menstrual.

Estresse e ansiedade

Pode ser devido a uma temporada de provas na faculdade, briga com o namorado, problemas no trabalho… Isso tudo causa alterações na liberação do GnRH, um hormônio responsável pela regulação hormonal.

As situações estressoras influenciam esse hormônio e, assim, pode afetar o ciclo menstrual.

O mesmo ocorre com a ansiedade. Se existe um evento próximo e a mulher fica ansiosa e preocupada, pode fazer que a menstruação atrase. Inclusive, a própria ansiedade gerada pelo atraso pode levar o organismo a atrasar ainda mais.

Portanto, essas causas emocionais são muito comuns.

Uso de anticoncepcional

Mulheres que fazem uso de pílula anticoncepcional e são acostumadas a emendar uma cartela na outra, quando encerram o uso, o ciclo menstrual pode levar entre 3 a 6 meses para ficar regulado.

Por isso, caso tenha usado contraceptivos e encerrado o uso, não é motivo para preocupação. Se após esse período o ciclo não normalizar, converse com seu médico.

Ganho ou perda de peso

As mudanças no peso, tanto para mais quanto para menos, podem influenciar o ciclo menstrual. Quando atendo mulheres que passaram por cirurgia bariátrica e perderam 20kg em um mês, é comum ouvir delas que passaram por longos períodos de atraso menstrual.

Por isso, caso tenha perdido ou ganhado muito peso, preste atenção.

Alterações entre 2 a 3 meses sem menstruar podem ser considerados normais, porém, mais do que isso, é preciso procurar ajuda médica para investigar.

Excesso de atividade física

Esportistas de alta performance contam com uma enorme liberação de dopamina, responsável por bloquear o eixo hormonal. Por isso, a atividade física pode gerar a amenorreia da atleta.

Mas, atenção: esse caso é muito específico daquelas que fazem excesso de atividade. Logo, não é desculpa para ser sedentária. Fazer atividade física regularmente durante períodos específicos de tempo não causam atrasos.

Alterações na tireoide

Tanto em casos de hipertireoidismo e hipotireoidismo pode ocorrer mudanças no ciclo menstrual. Por isso, caso a mulher não seja diagnosticada com esses problemas, ao saber desses atrasos menstruais, podem solicitar exames para medir esses hormônios.

Todas essas questões podem impactar no eixo hormonal e atrasar a menstruação.

Portanto, fique em dia com suas consultas e converse sobre elas com seu médico.

Espero ter explicado neste artigo tudo sobre os atrasos menstruais.

Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.