You are currently viewing Entenda os problemas da bexiga na endometriose

Entenda os problemas da bexiga na endometriose

Na endometriose, o tecido que reveste o útero cresce em outras regiões do corpo. E é por isso que podem ocorrer problemas na bexiga na endometriose.

Seus principais sintomas são dor pélvica, menstruação dolorosa e dor durante o sexo. Além disso, o crescimento do tecido endometrial fora do útero pode afetar a mulher de outras formas, impactando inclusive em sua fertilidade.

Aliás, Existem duas condições principais que podem causar problemas de bexiga na endometriose. Você pode ter endometriose na bexiga (o tecido endometrial cresce na bexiga) ou pode ter síndrome da bexiga dolorosa (cistite intersticial).

No artigo que preparei abaixo, explico mais essas condições, e quais são as opções de tratamento disponíveis. Confira!

Endometriose na bexiga

O tecido endometrial que cresce fora do útero é descrito fragmentos de endométrio. Em casos raros, os fragmentos de endométrio podem crescer na bexiga ou em sua superfície. Isso é chamado de endometriose na bexiga. 

Pesquisas estimam que apenas 1% das mulheres com endometriose terão fragmentos que afetam seu sistema urinário, uma condição chamada endometriose do trato urinário.

A endometriose vesical é o tipo mais comum, ocorrendo em 70% a 75% dos casos. Outras partes do trato urinário que podem ser afetadas são os ureteres, ocorrendo em 9% a 23% dos casos. A endometriose na bexiga pode ser severamente dolorosa e desconfortável. 

Principais sintomas

É possível ter endometriose na bexiga sem ter fragmentos endometriais em outras partes do corpo, como os ovários, mas é extremamente raro. 

Em 90% dos casos, as mulheres com endometriose vesical têm fragmentos ovarianos, fragmentos peritoneais superficiais e aderências.

Você pode experimentar sintomas de endometriose quando os fragmentos crescem em outros lugares. Isso inclui diarreia, náusea, dor durante o sexo, fadiga, períodos com maior fluxo sanguíneo ​​e dolorosos, e infertilidade. 

Alguns dos sintomas da endometriose na bexiga se assemelham aos da endometriose em outras áreas, e a condição também pode causar seus próprios sintomas.

Tratamento

O curso do tratamento recomendado pelo seu médico depende da extensão da endometriose da bexiga e da gravidade dos sintomas.

Alguns medicamentos podem ser prescritos para reduzir o crescimento de fragmentos na bexiga. 

Os tratamentos hormonais podem reduzir os sintomas da endometriose na bexiga, mas seu efeito pode ser temporário.

Em alguns casos, pode ser necessário a cirurgia para remoção dos fragmentos, se a posição for cirurgicamente acessível. 

Leia também::: O papel da genética no desenvolvimento da endometriose

Síndrome da bexiga dolorosa

A síndrome da bexiga dolorosa, também conhecida como cistite intersticial, também pode causar dores na bexiga em mulheres com endometriose.

A síndrome da bexiga dolorosa é uma condição crônica em que há dor pélvica constante e pressão e desconforto na bexiga. 

Para ser diagnosticado com síndrome da bexiga dolorosa, esses sintomas devem ser acompanhados por pelo menos um outro sintoma do trato urinário, como micção frequente ou urgente, que não seja causado por uma infecção ou qualquer outro motivo aparente.

A síndrome da bexiga dolorosa é conhecida como endometriose “gêmea do mal” porque seus sintomas são muito semelhantes. 

Embora seja possível ter um sem o outro, muitas mulheres que têm endometriose também têm síndrome da bexiga dolorosa. De fato, de acordo com estudos revisados ​​por pares, 60% a 66% das mulheres com endometriose têm síndrome da bexiga dolorosa. 

Assim como a endometriose, a causa da síndrome da bexiga dolorosa não se conhece plenamente.

Tratamento

A síndrome da bexiga dolorosa tem vários tipos de tratamento. Pode incluir mudanças no estilo de vida: isso inclui reduzir o consumo de álcool e cafeína, parar de fumar, reduzir o estresse e praticar mais atividade física.

Além disso, pode ser necessário o treinamento da bexiga, para ajudar sua bexiga a reter mais urina antes de você ter que ir ao banheiro.

Por isso, recomenda-se também a fisioterapia, preferencialmente que seja feita com um fisioterapeuta que tenha experiência no tratamento de problemas do assoalho pélvico.

Também pode incluir a medicação para a dor, que pode ajudar a aliviar a dor pélvica e da bexiga.

E por fim, a cirurgia, que geralmente um tratamento de último recurso. A cirurgia pode ser feita para expandir a bexiga, removê-la ou desviar o fluxo de urina.

Leia também::: Posso engravidar se tiver endometriose e é seguro?

Busque atendimento 

Como viu, problemas na bexiga na endometriose são um grave problema para a mulher, cujos sintomas impactam diretamente em sua qualidade de vida.

É por isso que, caso perceba alguns dos sintomas descritos acima, converse com seu médico. Mas o diagnóstico precoce é a melhor ferramenta para reduzir os sintomas e dar um tratamento mais assertivo às mulheres.

Por fim, espero que tenham compreendido sobre os problemas da bexiga na endometriose e, para mais informações e muitas dicas, siga também meu canal do Youtube!