You are currently viewing Como manter o peso na menopausa, de forma saudável

Como manter o peso na menopausa, de forma saudável

A chegada da menopausa implica em severas mudanças na vida da mulher. Contudo, nem sempre elas são percebidas a tempo, pois normalmente, as mulheres se encontram focadas em outras situações que não a sua própria saúde. O aumento de peso na menopausa acaba por chamar a atenção somente quando já se tornou algo incomodativo.

Sabendo que os hormônios são orquestradores exímios do perfeito funcionamento do corpo feminino, não se pode negligenciar que a falta deles resulta em impactos consideráveis na qualidade de vida.

Dentre todos os sintomas que acometem a mulher durante o climatério até o acontecimento da menopausa, o aumento de peso costuma chamar a atenção na lista.

Isso porque, as manifestações que vão de encontro a autoestima feminina despertam a busca por formas de amenizá-las ou até mesmo, eliminá-las.

O aumento de peso na menopausa é uma situação factível. No entanto, para vencer essa consequência é preciso entendê-la e adotar novos hábitos de vida, os quais pretendo explorar no artigo que segue.

Portanto, minha Ginemusa, se você deseja saber mais sobre o assunto, continue comigo até o final da leitura.

Manifestações da menopausa na vida da mulher

A queda dos hormônios que são extremamente importantes para o funcionamento metabólico e fisiológico da mulher é um forte gerador da sintomatologia relacionada à menopausa.

Sendo assim, até que haja um diagnóstico assertivo e seguro sobre a chegada do climatério (fase que precede a menopausa), a mulher segue tendo que lidar com desconfortos, desgastes físicos e mentais e mudanças na estrutura corporal.

Somente quando tais manifestações começam a constranger e incomodar é que a mulher procura ajuda profissional para minimizar os sintomas, a exemplo do que acontece com o ganho de peso na menopausa.

À vista disso, veja abaixo alguns dos principais sintomas relacionados à menopausa, além do aumento de peso:

  • Sudorese noturna que chega a atrapalhar o sono, acordando a paciente;
  • Ondas de calor e vermelhidão que começam sem motivo aparente e tomam conta da face e do pescoço, os conhecidos fogachos;
  • Queda de cabelos mais frequente que o normal;
  • Unhas e cabelos mais fracos e quebradiços;
  • Sensações de cansaço frequentes;
  • Alterações bruscas de humor;
  • Insônia;
  • Diminuição de libido acompanhada de ressecamento vaginal;
  • Menstruação irregular até o acontecimento da menopausa (última menstruação).

Por que é difícil manter o peso na menopausa?

Todos os sintomas da menopausa tem explicações hormonais. Com o aumento de peso não seria diferente, e ele está diretamente relacionado com a queda do estrógeno e da testosterona.

O estrógeno é um importantíssimo hormônio feminino responsável por destacar as características da mulher e pelo controle da ovulação.

Dada sua relevância, descobriu-se em diversos estudos realizados, que a queda do estrógeno que acontece na menopausa, acarreta em uma mudança nos locais onde são armazenadas as gorduras. Com isso, o organismo feminino passa a acumular gorduras na coxas, quadris e abdômen, locais em que as células adiposas ganham estímulos a partir da queda do estrógeno, estocando mais gordura, a chamada GORDURA VISCERAL.

Ademais, a queda do estrogênio e da testosterona influencia na capacidade que o organismo tem de queimar gorduras, ou seja, reduz a taxa metabólica basal, contribuindo para todo esse processo de aumento de peso preocupante.

Você também pode gostar de ler: Quais as principais mudanças no corpo ao entrar na menopausa?

Como manter o peso na menopausa?

Ainda que o ganho de peso seja um dos aspectos decorrentes da queda hormonal que leva a menopausa, tal condição pode e deve ser modificada em prol da saúde e da qualidade de vida da mulher.

Assim como em diversas situações, o acompanhamento médico preventivo tem papel fundamental na regulação da sintomatologia e nas consequências da menopausa. 

Sendo assim, é possível entender previamente, acerca do o estilo de vida da mulher levando em conta sua singularidade e seu histórico de saúde, para que seja possível modificar os fatores que podem resultar em problemas maiores mais a frente.

Em mulheres que já passaram pela menopausa se faz necessário avaliar, também, o estilo de vida, os hábitos alimentares, prática de exercícios físicos e a rotina diária a fim de identificar o que pode levar a aumento de peso desordenado.

Além disso, os benefícios que a reposição hormonal pode trazer para uma mulher que sofre com os sintomas da menopausa, devem ser considerados pelo médico, com o propósito de encontrar um ponto de equilíbrio que devolva a motivação para a mulher na menopausa, tanto com relação ao peso, quanto em todos os outros aspectos já citados acima.

A papel do estilo de vida

É muito difícil para mim, falar de saúde da mulher sem falar do estilo de vida.

Entendo que os hábitos diários e as escolhas que fazemos no dia a dia, formam os seres humanos que somos, saudáveis ou não. E que o estilo de vida dos indivíduos está diretamente relacionado a essas escolhas diárias.

Desta forma, fazer escolhas inteligentes e pautadas em informações seguras é elogiável.

Ainda que a queda hormonal tenha participação incontestável no ganho de peso na menopausa, o papel da mudança no estilo de vida bem como da reposição hormonal não deixa dúvidas quanto a sua concreta efetividade.

Para acompanhar meus conteúdos em vídeo, acesse e se inscreva no meu Canal no Youtube: Dr. André Vinícius. Espero você por lá, minha Ginemusa!