You are currently viewing Importância da vitamina D para mulheres com SOP

Importância da vitamina D para mulheres com SOP

A cada dia, novos estudos relacionam a vitamina D a inúmeros benefícios ao nosso organismo. E há também uma ligação bastante próxima entre a vitamina D e a SOP.

Essa vitamina afeta muitos sistemas em seu corpo e está relacionada a doenças graves como diabetes, hipertensão e doenças cardíacas. 

Portanto, talvez não seja surpreendente que a vitamina D também desempenhe um papel na síndrome dos ovários policísticos (SOP).

No artigo abaixo falo mais sobre esta relação, como a Vitamina D e a SOP devem caminhar na mesma via. Vamos conferir?

Baixo teor de vitamina D

O baixo teor de vitamina D é um problema comum na SOP e está associado à resistência à insulina, infertilidade, irregularidade do ciclo menstrual e hirsutismo. 

Pesquisas mostram que até 85% das mulheres com SOP apresentam baixos níveis de vitamina D (<20 ng / ml). O nível ideal de vitamina D permanece desconhecido, mas o normal de referência começa em 30 ng / ml.

Ademais, além da regulação imunológica, humor e energia, a vitamina D desempenha um papel na regulação do metabolismo da insulina e da glicose, síntese de estrogênio e progesterona e desenvolvimento folicular ovariano.

Estudos que examinam o efeito da suplementação de vitamina D em diferentes parâmetros em mulheres com síndrome dos ovários policísticos, por exemplo, demonstraram resultados positivos, como:

  • melhora na regularidade menstrual
  • melhora na acne
  • redução no hormônio antimülleriano elevado

Embora pareça haver uma ligação entre vitamina D e a SOP, a pesquisa é inconclusiva na determinação de causa e efeito. 

No entanto, restaurar e manter um nível normal de vitamina D pode ajudar a melhorar a sensibilidade à insulina e restaurar os ciclos menstruais.

Leia também::: Qual a relação entre saúde emocional e SOP?

Reduz o risco de outras doenças

Com a SOP, você tem mais probabilidade de desenvolver outros problemas de saúde graves. Muitos deles estão relacionados à síndrome metabólica. 

A saber, a síndrome metabólica se refere a um grupo de condições que colocam você em risco de doença cardíaca, derrame e diabetes tipo 2. Essas condições incluem:

  • Açúcar alto no sangue (hiperglicemia)
  • Níveis baixos de colesterol HDL (“bom”)
  • Níveis elevados de triglicerídeos (hipertrigliceridemia)
  • Gordura da barriga (obesidade abdominal)
  • Pressão alta  (hipertensão)

A síndrome metabólica afeta 33% das mulheres com SOP. Mas para prevenir complicações relacionadas à síndrome metabólica, mulheres com a síndrome dos ovários policísticos geralmente são aconselhadas a perder peso e seguir uma dieta saudável e balanceada. 

A falta de vitamina D tem sido diretamente relacionada à síndrome metabólica. Por exemplo, em estudos, os níveis de insulina, triglicerídeos e colesterol melhoraram para mulheres com sobrepeso com SOP que tomaram vitamina D por oito semanas. 

Além disso, os suplementos de vitamina D e cálcio reduziram significativamente a pressão arterial em mulheres com a síndrome dos ovários policísticos. 

Leia também::: SOP e comida: o que comer

Converse com seu médico

A deficiência de vitamina D pode piorar os sintomas da síndrome. Portanto, tomar um suplemento diário de vitamina D pode aliviar alguns problemas de SOP, como infertilidade, ganho de peso e ansiedade. 

Isso, por sua vez, pode melhorar sua saúde geral e melhorar ainda mais seu estado emocional e energia, o que pode levar a ganhos ainda maiores de bem-estar.

Mas lembre-se que a suplementação é algo bastante individual, e deve seguir a recomendação do seu médico. Jamais se automedique!

Como foi possível acompanhar, a relação entre vitamina D e a SOP é bastante íntima. E para mais dicas e muita informação sobre SOP e endometriose, siga também meu canal do Youtube!