Testosterona e libido: entenda a relação

Testosterona e libido: entenda a relação

A testosterona e libido andam de mãos dadas. Apesar dela ter uma ligação direta com o desejo sexual, infelizmente ela tem má fama ao ligar homens violentos ao excesso desse hormônio, o que é um grande erro.

Na verdade, tanto homens quanto mulheres produzem testosterona e, diferente da mídia negativa que fazem dele, esse hormônio é essencial para uma melhor qualidade de vida. E também para o sexo.

Mas como funciona essa ligação entre testosterona e libido? Espia o artigo abaixo que você vai entender tudinho!

O que é a libido?

Mas o que essa tal de libido? Ela é o  apetite, ou impulso sexual. Quando a libido de uma pessoa está alta, é mais provável que ela deseje intimidade sexual e a busque com um parceiro ou por meio da masturbação. 

Isso é saudável e normal. Mas uma libido excessivamente alta que interfere na qualidade de vida pode ser um sinal de desequilíbrio hormonal ou distúrbio neurológico. 

Quando a libido diminui, o interesse por sexo também diminui e pode até estar completamente ausente. Isso pode, até mesmo, prejudicar os relacionamentos íntimos.

Uma vez que causa seja determinada, os dois extremos podem ser tratados.

As vias neurais envolvidas no desejo sexual são semelhantes em homens e mulheres e incluem componentes cerebrais, medulares e periféricos. 

A libido se correlaciona diretamente com as respostas físicas em que, quando o desejo sexual é alto, o fluxo sanguíneo sobe no pênis, resultando em uma ereção, o que significa desejo sexual. Na mulher, ela se transforma em aumento da lubrificação.

O que é a testosterona?

Por sua vez, a  testosterona é um hormônio andrógeno produzido pelo córtex adrenal, nos testículos e nos ovários

Ela estimula o desenvolvimento de características sexuais secundárias associadas aos homens (como pelos corporais e crescimento muscular) e é essencial na produção de esperma. 

Nas mulheres, a testosterona ajuda a manter os ossos e o sistema reprodutivo saudáveis ​​e contribui para o impulso sexual.

Homens saudáveis que passaram pela puberdade têm em média 15 vezes os níveis de testosterona em comparação com uma mulher. Desequilíbrios de testosterona podem causar infertilidade em qualquer sexo

Os níveis de testosterona podem ser avaliados com exames de sangue. Isso geralmente faz parte de uma investigação de infertilidade em todos os sexos.

Leia também::: Quais são as principais causas da infertilidade?

A testosterona aumenta o desejo sexual?

A testosterona é um dos hormônios que estimula fisiologicamente o impulso sexual masculino. Mas como assim? Os pesquisadores não têm certeza, mas descobriram que a redução da libido é um dos sintomas mais comuns de um nível baixo de testosterona.

Com o intuito de descobrir mais sobre o tema, um estudo do Massachusetts Male Ageing Study (MMAS), conversou com 1.632 homens sobre seu desejo sexual e mediram seus níveis de testosterona. Os cientistas descobriram que os homens que relataram menor desejo sexual tinham maior chance de ter baixa testosterona.

Baixa testosterona e sexo

A baixa testosterona, também conhecida como hipogonadismo, é um nível anormalmente baixo de testosterona no sangue, medindo menos de 300 ng / dL (nanogramas por decilitro). 

Um nível de testosterona “normal” está entre 300 e 1.000 ng / dL. De acordo com estudos, cerca de 40% dos homens com 45 anos ou mais têm baixo nível de testosterona. 

Por exemplo, os níveis de testosterona diminuem naturalmente com a idade, começando por volta dos 30 anos e continuando a cair cerca de 1% ao ano. A glândula pituitária envia menos mensagens dizendo aos testículos para produzir testosterona e os testículos obedecem. 

Enquanto isso, uma proteína chamada globulina de ligação ao hormônio sexual (SHBG) aumenta nos homens com a idade. Tudo isso reduz a forma ativa (também conhecida como livre) de testosterona no corpo. 

Como a testosterona afeta muitos sistemas corporais, os níveis baixos podem ter vários sintomas aparentemente não relacionados. Por exemplo, pode relatar fadiga, perda de massa muscular, aumento da gordura corporal e anemia (contagem baixa de glóbulos vermelhos).

Em termos de saúde sexual, baixa testosterona pode causar:

  • Libido baixa
  • Disfunção erétil com perda de ereções matinais 
  • Contagem de espermatozóides reduzida
  • Infertilidade

Em homens com baixa testosterona, seus sintomas podem ser resolvidos com terapia de reposição de testosterona.

A baixa testosterona causa disfunção erétil?

Pode. Mas, na maioria dos casos, a disfunção erétil é causada por outros fatores. Ou seja, se o seu nível de testosterona não estiver baixo, a terapia com testosterona provavelmente não irá curar sua disfunção

Nesse caso, um profissional de saúde pode medir seu nível de testosterona com um exame de sangue. Os níveis são geralmente mais altos pela manhã e podem variar ao longo do dia. 

Portanto, os médicos geralmente exigem dois níveis de testosterona matinais (geralmente entre 7 e 9 horas) em dias diferentes para serem baixos (<300 ng / dL) antes de diagnosticar hipogonadismo em homens.

Fique atento!

Como você acompanhou, testosterona e libido possuem uma relação muito forte e direta. E seja mais alta, ou mais baixa, seu corpo pode sentir alterações.

Por isso, sempre procure um médico caso sinta que seu corpo não responde como deveria. O profissional saberá diagnosticar qual pode ser a causa e indicar o melhor tratamento. E para entender um pouco mais sobre infertilidade, confira o e-book que preparei especialmente o tema. É só clicar no botão abaixo!