You are currently viewing O que são os disruptores endócrinos?

O que são os disruptores endócrinos?

Você sabe o que são disruptores endócrinos? Eles estão presentes em diversos produtos com os quais temos contatos diariamente.

Mas infelizmente, eles estão mais presentes em nosso dia-a-dia do que imaginamos, e o impacto que causam em nossa saúde são enormes e ainda não plenamente conhecidos.

Para detalhar o que são essas ameaças, e também como evitá-las, confira o artigo que compartilho abaixo!

O que são disruptores endócrinos?

Em nosso corpo encontramos hormônios, que são moléculas responsáveis ​​pela sinalização e comunicação entre células e órgãos. Eles são essenciais para o bom funcionamento de inúmeras funções corporais. 

Disruptores endócrinos são substâncias químicas capazes de imitar nossos hormônios e, portanto, alterar o bom funcionamento do corpo e afetar negativamente nossa saúde.

Onde se encontram?

A lista de disruptores endócrinos é muito longa. Mais de mil produtos químicos com essa capacidade disruptiva foram detectados. 

Ou seja, dentro desta lista encontramos pesticidas, ftalatos, parabenos, bisfenóis, triclosan, benzofenonas, retardadores de chama, entre outros. 

Esses compostos são encontrados em muitos produtos de uso diário. Por exemplo, encontramos ftalatos em brinquedos, perfumes ou produtos cosméticos. 

Parabenos estão em cosméticos ou aditivos alimentares. Já os bisfenóis estão em garrafas plásticas e tupperware, latas ou recibos de compra. E retardantes de chama em produtos eletrônicos e móveis.

Mas devido à sua grande presença no nosso dia-a-dia, a exposição aos desreguladores endócrinos é generalizada e contínua. 

Estudos em grandes populações chegaram a detectar alguns desses produtos químicos em amostras biológicas de mais de 95% dos participantes.

Leia também::: Menopausa de início tardio: causas, idade, fatores de risco

Como somos expostos?

Vimos que, sem perceber, esses produtos químicos estão presentes em nosso dia-a-dia. Estamos continuamente expostos, embora em baixas doses. 

Eles podem entrar em nosso corpo através do contato direto com a pele, através da dieta ou pela respiração. 

Eles têm a capacidade de atravessar a placenta e, consequentemente, atingir o feto. Além disso, eles são encontrados no leite materno. 

Mas alguns disruptores endócrinos, os chamados persistentes, como certos pesticidas, podem permanecer em nosso corpo por até dez anos. 

Em contrapartida, os não persistentes, como parabenos ou bisfenóis, permanecem de algumas horas a dias dentro do corpo.

Como eles afetam nossa saúde?

Os disruptores endócrinos são capazes de interferir no bom funcionamento não apenas do sistema endócrino, mas também de outros sistemas e funções essenciais do corpo. 

Portanto, dependendo de sua estrutura, podem ter efeitos adversos, por exemplo, na saúde respiratória, cardiovascular, metabólica, cognitiva, reprodutiva ou mesmo no desenvolvimento, desde o pré-natal até a idade adulta.

Ainda não conhecemos os efeitos completos para a saúde da maioria desses compostos. Vários estudos em animais e humanos os associaram ao aumento de certos tipos de câncer, obesidade, infertilidade, diabetes, asma e problemas de desenvolvimento neurológico.

Um exemplo é o bisfenol A. Em estudos com animais, a exposição ao bisfenol A teve associação a um risco aumentado de obesidade, diabetes, distúrbios de hiperatividade e câncer de mama e próstata. 

Notavelmente, alguns desses estudos detectaram esses efeitos em doses baixas, abaixo do limite atualmente estabelecido como seguro.

Leia também::: Endometriose em jovens é mais comum do que se imagina!

Cuide da sua saúde

Mas então você deve estar se perguntando: “Dr, como evito os disruptores endócrinos?” Oras, com mudanças no estilo de vida e lendo as embalagens dos produtos que compra.

Fique atento aos compostos químicos, evite alimentos industrializados e embalados, e jamais esquente sua comida em embalagens plásticas no micro-ondas.

Inclusive, os disruptores endócrinos também afetam a saúde reprodutiva da mulher, conforme explico no vídeo que produzi para meu canal do Youtube e que compartilho abaixo.

Por fim, espero que tenham compreendido o que são os disruptores endócrinos e para aprofundar mais seu conhecimento, basta dar o play abaixo!