You are currently viewing Fatores de risco para a endometriose

Fatores de risco para a endometriose

A endometriose é uma condição na qual um tecido semelhante ao que normalmente se forma dentro do útero cresce em outras partes do corpo, principalmente na região pélvica.

Os sintomas da endometriose variam de pessoa para pessoa. Algumas mulheres apresentam dores terríveis e redução da qualidade de vida. Enquanto outras não apresentam nenhum sintoma.

Além disso, a endometriose afeta em torno de 10% das mulheres no Brasil, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sendo mais frequente entre mulheres de 25 a 35 anos de idade.

Embora possa acontecer com qualquer mulher que começou a menstruar, existem fatores de risco que aumentam suas chances de desenvolver essa condição. No artigo abaixo, separei os principais fatores de risco. Boa leitura!

Histórico familiar

Se alguém em sua família tem endometriose, o risco de desenvolvê-la é 7 a 10 vezes maior do que aqueles sem histórico familiar da doença.

Em familiares próximos, como sua mãe, avó ou irmã, coloca você em maior risco de desenvolver a doença. 

Se você tiver parentes distantes, como primos que o tenham, isso também aumenta suas chances de ser diagnosticado. A endometriose pode ser transmitida materna e paternalmente.

Leia também::: Endometriose: a importância do diagnóstico precoce

Características do ciclo menstrual

Quanto mais exposição você tiver à menstruação, maior será a chance de desenvolver endometriose. Fatores que aumentam sua exposição menstrual e, portanto, seu risco incluem:

  • Ter 27 dias ou menos entre cada período
  • Começar seu primeiro período antes dos 12 anos
  • Experimentar períodos que duram sete dias ou mais a cada mês

A gravidez, que reduz o número de menstruações, diminui o risco. Por exemplo, se você tem endometriose e pode engravidar, seus sintomas podem desaparecer durante a gravidez. Mas é comum que os sintomas voltem após o nascimento do bebê.

Alterações no fluxo menstrual

Uma das teorias das causas associadas à endometriose é o fluxo menstrual retrógrado, ou fluxo que retrocede. 

Aliás, se você tem uma condição médica que aumenta, bloqueia ou redireciona seu fluxo menstrual, isso pode ser um fator de risco. As condições que podem resultar em fluxo menstrual retrógrado incluem:

  • aumento da produção de estrogênio
  • crescimentos uterinos, como miomas ou pólipos
  • anormalidade estrutural de seu útero, colo do útero ou vagina
  • obstruções em seu colo do útero ou vagina
  • contrações uterinas assíncronas

Doenças do sistema imunológico

As doenças do sistema imunológico contribuem para o risco de endometriose. Por exemplo, se o seu sistema imunológico estiver fraco, é menos provável que reconheça o tecido endometrial extraviado. 

Dessa forma, o tecido endometrial espalhado é deixado para implantar nos locais errados. Isso pode levar a problemas como lesões, inflamação e cicatrizes.

Cirurgia abdominal

Às vezes, a cirurgia abdominal, como uma cesariana ou histerectomia, pode extraviar o tecido endometrial.

Se esse tecido extraviado não for destruído pelo sistema imunológico, pode levar à endometriose. 

Idade

Ela envolve as células do revestimento uterino, portanto, qualquer mulher ou menina com idade suficiente para menstruar pode desenvolver a doença. 

Apesar disso, a endometriose é mais comumente diagnosticada em mulheres entre 20 e 30 anos.

Por exemplo, os especialistas teorizam que esta é a idade em que as mulheres tentam engravidar e, para algumas, a infertilidade é o principal sintoma da endometriose. 

Mas, mulheres que não têm dores fortes associadas à menstruação podem não procurar avaliação de seu médico até que estejam tentando engravidar.

Leia também::: Ômega 3 associado a redução do risco de endometriose

Conheça os fatores da endometriose

Conhecer os fatores de risco da endometriose pode ajudá-lo a controlar sua saúde. Essas informações não apenas fornecem estratégias eficazes de redução de risco, mas também podem ajudar seu médico a chegar a um diagnóstico mais preciso.

Mas, como a endometriose é facilmente diagnosticada erroneamente, identificar seus fatores de risco para essa condição pode restringir sua busca pela causa de seus sintomas.

Com um diagnóstico, vêm as soluções, então discuta seus fatores de risco para endometriose com seu médico.

Dessa forma, espero que tenha gostado do artigo sobre endometriose e, para mais informações, confira também o vídeo que preparei sobre o tema para meu canal no Youtube.