You are currently viewing Como o estresse afeta sua libido?

Como o estresse afeta sua libido?

O estresse e libido definitivamente não caminham juntos. Aliás, estresse pode se infiltrar em nossas vidas no quarto, tornando difícil querer perseguir ou desfrutar de qualquer tipo de intimidade.

Quando você reage ao estresse, seu corpo passa por uma série de mudanças para prepará-lo para fugir ou ficar e lutar. Isso é conhecido como sua resposta de luta ou fuga. 

Quando você experimenta uma resposta de luta ou fuga, você terá um aumento na frequência cardíaca, pressão arterial e frequência respiratória, enquanto funções não essenciais, como desejo sexual, são drasticamente diminuídas. 

Para explicar melhor essa relação estresse e libido, ou melhor, a falta de relação entre eles, confira o artigo que preparei abaixo!

Estresse e libido

Um grande assassino da libido é o estresse. Se seu corpo está estressado o tempo todo, a última coisa que ele quer fazer é fazer sexo.

O estresse pode aumentar a produção do hormônio cortisol no corpo, que pode suprimir nossos hormônios sexuais, criando uma libido menor.

Essa resposta também desencadeia a liberação de epinefrina, que em níveis elevados podem causar diminuição do desejo sexual. 

Quando o estresse é crônico, o corpo usa hormônios sexuais para atender às demandas crescentes de maior produção de cortisol, diminuindo seu interesse pelo sexo. 

Além dos efeitos fisiológicos do estresse, há também um aspecto psicológico. O estresse pode fazer com que você tenha uma mente ocupada e esgotada e o distraia de querer sexo ou de estar presente durante o sexo. 

Também pode afetar seu humor, levando à ansiedade e à depressão, o que pode diminuir a libido por si só. 

Leia também::: Qual a relação entre endometriose e depressão?

Trabalhe seu principal órgão

Sim, a melhor forma de evitar essa ligação negativa entre estresse e libido é trabalhando nosso principal órgão: o cérebro!

Mas para ter uma saída saudável para o seu estresse, como ioga, exercícios, fazer uma massagem e até mesmo tomar um banho pode ajudar a relaxar.

Aliás, o autocuidado é fundamental para nossa saúde física, mental e emocional, e uma das melhores formas de manter o estresse bem longe!

Além disso, ter intimidade com seu parceiro ou parceira realmente pode ajudar a reduzir o estresse. Então, é uma boa ideia tentar priorizar algum tipo de tempo de casal durante o dia. 

Os sentimentos produzidos pelo sexo são defesas naturais contra o estresse – proximidade, apego e sentimentos de calma. Portanto, criar tempo e espaço para a intimidade física não é inútil, mesmo que os níveis de estresse sejam altos.

E se você fez todo o possível para controlar seu estresse, mas ainda está afetando sua vida, não tenha vergonha de procurar ajuda profissional. Os resultados podem mudar sua vida de uma maneira muito positiva.

Leia também::: O que o café tem a ver com sua TPM?

Viva uma vida feliz!

Problemas sexuais podem ser uma das maiores fontes de estresse que um casal experimenta. 

Tornar-se impotente ou frígido pode levar à depressão ou ansiedade severa e causar doenças que se transformam em problemas mais sérios. 

Não há dúvida de que muitos bons casamentos terminaram porque os casais não perceberam até que ponto o estresse pode afetar o sexo.

Por isso, converse com seu companheiro ou companheira, fale como o estresse está afetando sua vida. Tenho certeza que haverá compreensão do outro lado e juntos encontrarão a melhor saída.

Espero que tenham gostado do artigo sobre a relação entre estresse e libido e, para mais dicas e muita informação, sigam também meu canal do Youtube!