You are currently viewing Endometriose e náusea: é normal e o que ajuda?

Endometriose e náusea: é normal e o que ajuda?

A endometriose é uma condição muito dolorosa sem cura à vista e, muitas vezes, pode permanecer sem diagnóstico por anos. Além disso, é comum que a endometriose e náusea andem acompanhadas. 

Os sintomas da endometriose variam de mulher para mulher. Algumas terão muitos sintomas. Outros não terão nenhum. 

Alguns podem sentir dor intensa com a menstruação, tornando o diagnóstico um pouco mais fácil. Outros terão apenas sintomas vagos e difíceis de identificar. 

Eles sabem que algo está errado, mas não conseguem descobrir o quê. Além disso, a endometriose e náusea acompanha algumas mulheres, e é sobre isso que trato no artigo abaixo. Confira!

Endometriose e náusea

Sintomas gastrointestinais (GI) são comuns em pessoas com endometriose. De fato, algumas pesquisas descobriram que os sintomas gastrointestinais são quase tão comuns quanto os sintomas ginecológicos, com 90% das participantes do estudo relatando algum tipo de sintoma GI.

Especialistas não sabem exatamente como a endometriose pode levar à náusea. Mas entender o que está acontecendo em seu corpo devido à endometriose pode fornecer algumas informações importantes.

Com a endometriose, seu tecido semelhante ao endométrio cresce onde não deveria em seu corpo. Isso pode causar uma variedade de problemas, como inflamação e formação de tecido cicatricial, principalmente aderências.

A localização das lesões de endometriose também pode afetar seus sintomas. Por exemplo, um estudo de 2015 descobriu que as lesões de endometriose no intestino de uma pessoa ou perto dele estavam associadas a náuseas e vômitos.

Mas os sintomas gastrointestinais podem acontecer mesmo que a endometriose não afete diretamente o intestino. É o que apontou um estudo, que descobriu que apenas 7,5% das participantes com sintomas gastrointestinais tinham endometriose intestinal.

Leia também::: Endometriose após a menopausa: é possível?

Náuseas durante o seu período

Se você tem endometriose e náusea, pode notar que sua náusea piora durante o período menstrual. Há várias razões para isso.

Primeiro, as lesões de endometriose ainda se comportam da mesma maneira que o revestimento uterino. Isso significa que, durante o período menstrual, essas lesões também podem inchar e sangrar.

Mas, ao contrário do revestimento uterino, o tecido das lesões da endometriose não pode deixar seu corpo durante a menstruação. 

Isso pode causar dor e desconforto. Se as lesões da endometriose estiverem próximas ao trato gastrointestinal, elas também podem contribuir para náuseas ou vômitos.

O aumento dos níveis de prostaglandinas durante o período também pode desempenhar um papel. 

As prostaglandinas são compostos feitos de gorduras que têm efeitos semelhantes aos hormônios em seu corpo. 

Eles podem fazer com que seu útero se contraia para se livrar do revestimento uterino espesso.

Além disso, essas contrações podem causar cólicas menstruais dolorosas — a dismenorreia —, que geralmente são graves em pessoas com endometriose.

O desconforto da dismenorreia pode contribuir para a sensação de náusea. Altos níveis de prostaglandinas podem entrar na corrente sanguínea, o que também pode levar a náuseas.

Experimente a dieta da endometriose

Existem certos alimentos que podem exacerbar a dor e aumentar os sintomas. Por exemplo, esteja ciente dos alimentos que reduzem o estrogênio, estabilizam os níveis hormonais e diminuem a prostaglandina, que desencadeia as cólicas, náuseas, diarreia e vômitos que são frequentemente associados à endometriose.

Adicione boas fibras à sua dieta com grãos integrais, frutas frescas, legumes, feijão e arroz integral. 

Escolha alimentos com ácidos graxos ômega 3, como salmão, atum, linhaça, sementes de abóbora e nozes. Por fim, evite álcool e cafeína.

Além disso, o exercício é uma das melhores técnicas de enfrentamento para lidar com a dor emocional e física que decorre da endometriose. 

O exercício aumenta a circulação, reduz a produção de estrogênio, pois libera endorfinas no cérebro para trazer alívio da dor. Isso é especialmente útil para mulheres que desejam engravidar.

Leia também::: Quais os sintomas da endometriose intestinal?

Fique atenta aos sinais

Embora a causa da endometriose não seja compreendida, pode haver uma ligação genética à doença.

Alguns especialistas dizem que se você tem uma mãe ou irmã com endometriose, suas chances de desenvolver a doença são de cerca de 7%.

Ter um parente de primeiro grau com endometriose também pode aumentar o risco de ter um caso mais grave.

Por isso, é fundamental estar atento aos sinais e, quando mais precoce for o diagnóstico, melhor pode ser o tratamento para aliviar os sintomas e dar à mulher uma melhor qualidade de vida.


Por fim, espero que tenham compreendido a ligação entre endometriose e náusea e, para aprofundar ainda mais seu conhecimento, siga meu canal do Youtube