Você está visualizando atualmente O que fazer para controlar as mudanças de humor e a ansiedade na perimenopausa?

O que fazer para controlar as mudanças de humor e a ansiedade na perimenopausa?

A ansiedade na perimenopausa é um sintoma comum. A melhor maneira de combatê-lo é com um estilo de vida saudável. 

As alterações hormonais que ocorrem nessa fase afetam o humor, sem que isso signifique um distúrbio emocional.

Hormônios são substâncias químicas secretadas por diferentes órgãos ou por partes deles. Eles são considerados os mensageiros químicos do corpo e influenciam a maneira como o cérebro funciona, principalmente as emoções.

E durante a perimenopausa, as mudanças de humor podem ser mais intensas por conta da flutuação hormonal.

Foi por isso que preparei o artigo abaixo, no qual compartilho algumas dicas de como controlar o humor e a ansiedade na perimenopausa. Confira!

A menopausa está relacionada à ansiedade?

Vamos começar dizendo que a menopausa é o fim da idade reprodutiva da mulher, pois o ciclo menstrual para. 

Para que isso se concretize, é necessário que ocorram mudanças hormonais muito drásticas.

Uma das mudanças mais importantes tem a ver com o fato de o corpo da mulher produzir menos estrogênio. 

Esse hormônio está intimamente relacionado ao funcionamento de três neurotransmissores: serotonina, dopamina e ocitocina. Estes últimos são reguladores do humor.

Essa é a principal razão pela qual muitas mulheres experimentam episódios de depressão e ansiedade durante a menopausa. Nem todos o vivenciam da mesma forma e com a mesma intensidade.

Por outro lado, existem fatores psicológicos e sociais que, por vezes, contribuem para dificuldades de humor mais intensas. 

O ápice da vida fértil, as mudanças no corpo e outros problemas associados, como as ondas de calor, podem aumentar o desconforto.

Leia também::: Menopausa e infecções da bexiga: qual é a conexão?

Como tratar a ansiedade na perimenopausa?

O climatério não precisa ser uma fase dramática se forem tomadas as medidas adequadas. Algo muito aconselhável é visitar o ginecologista quando os sintomas começarem e expor todas as dúvidas que houver. Boa informação reduz medos e apreensões.

Da mesma forma, para prevenir e lidar com a depressão e a ansiedade na perimenopausa, é melhor fazer algumas mudanças no estilo de vida. Estes contribuem para que os diferentes sintomas sejam menos graves e tornam esta fase mais suportável.

Dieta

A alimentação é um dos pilares do bem-estar em qualquer fase da vida e ainda mais na perimenopausa. Uma dieta inteligente não só ajuda a reduzir os sintomas mais incômodos, mas também garante o bem-estar geral.

É importante esclarecer que não se trata de uma dieta para emagrecer, mas sim para fornecer ao organismo os nutrientes que melhor respondam às exigências da fase. Você tem que priorizar vegetais e grãos integrais. Também beba água em boas quantidades.

O que deve ser evitado são as farinhas brancas e os açúcares refinados. Estes têm um impacto negativo no humor. Da mesma forma, é bom reduzir ou evitar o consumo de sal. Cafeína e álcool devem ser ingeridos com moderação.

Esporte

Todos os momentos da vida são propícios para a atividade física, mas o climatério é ainda mais. O esporte e o movimento ajudam a secretar mais serotonina e isso contribui para melhorar o humor.

O esporte e a atividade física reduzem a ansiedade na perimenopausa. Além disso, ajudam a evitar o excesso de peso, já que nessa fase há tendência ao ganho de quilos.

As alternativas são muitas, desde ingressar em uma academia até fazer aulas de dança. A natação também é muito recomendada por ser um esporte muito completo. Andar de bicicleta, correr ou fazer uma caminhada rápida diariamente também são opções válidas.

Leia também::: Por que a libido reduz após a menopausa?

As mudanças de humor são controláveis

As mudanças durante a perimenopausa podem ser esmagadoras se você não agir. A primeira coisa é aceitar esta nova etapa como parte natural do processo da vida. Em alguns casos, pode ser necessária a ajuda de um psicólogo para ter suporte durante a transição.

Uma excelente opção é encontrar um novo hobby. O mais importante é que não gere mais pressão, mas que excite e estimule o bem-estar. 

Da mesma forma, vale conversar com amigos que estão na mesma fase. Com as medidas recomendadas e boa vontade, pode ser uma etapa muito interessante.

E claro, não deixe de lado o acompanhamento médico especializado. Afinal, seu corpo está passando por mudanças e o aconselhamento médico é sempre uma excelente opção.

Por fim, espero que tenha compreendido como evitar a ansiedade na perimenopausa e, para aprofundar mais seu conhecimento, recomendo a leitura do meu livro “Desmistificando a Ginecologia” que compartilho no link abaixo.