You are currently viewing Qual a conexão entre a artrite reumatoide e a menopausa?

Qual a conexão entre a artrite reumatoide e a menopausa?

Artrite reumatoide e a menopausa possuem uma ligação muito mais próxima do que se imagina! E o pano de fundo para isso são as mudanças hormonais que acontecem no corpo da mulher.

Os níveis de estrogênio caem durante a menopausa. Quando isso acontece, os sintomas da artrite reumatoide podem piorar. 

É por isso também que algumas mulheres apresentam os primeiros sintomas na época em que iniciam a menopausa.

Para explicar essa conexão que existe entre a artrite reumatoide e a menopausa, confira o artigo que compartilho abaixo!

Artrite reumatoide e menopausa

A menopausa traz mudanças na saúde de todas as mulheres, incluindo alterações hormonais que podem levar à perda óssea e doenças cardíacas. 

Mas para as mulheres que também têm artrite reumatoide, as mudanças de saúde que chegam com a menopausa podem ser ainda mais complicadas.

Normalmente, o corpo constantemente se decompõe e produz novos ossos. Mas na menopausa, o declínio dos níveis de estrogênio faz com que o corpo perca osso mais rápido do que o corpo pode recuperá-lo. 

Isso pode levar à osteoporose. Se você tem  artrite reumatoide ou usa corticosteroides a longo prazo para tratar a inflamação, já corre o risco de ter essa doença óssea.

Leia também::: Menopausa de início tardio: causas, idade, fatores de risco

Piora dos sintomas

Para as mulheres que já sofrem com a artrite reumatoide, a menopausa pode piorar os sintomas, conforme indica um estudo publicado na revista Rheumatology.

Ele aponta que as da doença nas mulheres são três vezes maiores do que nos homens, e as mulheres com a condição, apresentam declínio físico e incapacidade mais graves.

Inclusive, a pesquisa mostrou que a artrite reumatoide em mulheres é influenciada pelo parto e outras alterações reprodutivas e hormonais. 

Por exemplo, os autores do estudo apontam que as mulheres com menopausa precoce são mais propensas a desenvolver artrite reumatoide do que aquelas com menopausa normal ou tardia.

Aliás, o estudo analisou cerca de 8.200 mulheres com a doença e aquelas cujos períodos menstruais ainda não haviam parado tiveram declínio físico mais lento do que aquelas que estavam na pós-menopausa.

Embora apenas uma associação tenha sido observada, os resultados sugerem que a menopausa tem um impacto significativo no grau e na taxa de declínio físico em mulheres com artrite reumatoide e está ligada ao agravamento da doença.

Como evitar a doença?

A artrite reumatoide acontece quando seu sistema imunológico atinge a sinóvia, uma fina camada de tecido que reveste sua articulação. 

Suas articulações geralmente são as mais severamente afetadas, mas a inflamação pode se espalhar para outros órgãos e sistemas.

A doença causa dor contínua, fadiga e outros problemas. É diferente da osteoartrite, que resulta da quebra da cartilagem, o tecido mole que amortece as extremidades das articulações.

Mas entre as ações que você pode fazer para evitar a artrite reumatoide é procurar levar um estilo de vida saudável ao longo de toda a vida. Para isso, tenha uma nutrição com muitos vegetais e frutas frescas, não fume, mantenha um peso saudável e pratique atividades físicas regularmente.

Leia também::: Meus sintomas de SOP desaparecerão na menopausa?

Cuide de você!

A artrite reumatoide e a menopausa podem compartilhar uma conexão comum devido à possível interação entre a doença e os hormônios.

Nesse momento, os dados não são suficientes para mostrar se os hormônios e a menopausa têm um efeito negativo, um efeito protetor ou nenhum efeito.

Mas se você achar que seus sintomas de artrite reumatoide pioram durante a menopausa, converse com seu médico para informá-lo sobre o que está acontecendo. Ele pode sugerir mudanças no seu tratamento.

Você também pode tomar medidas em casa, como por exemplo incluindo fazer exercícios regulares, comer uma dieta equilibrada, praticar uma boa higiene do sono e usar suplementos para ajudar a melhorar seus sintomas.

Por fim, espero que tenham compreendido a conexão entre a artrite reumatoide e a menopausa e, para mais dicas e informações sobre saúde da mulher, siga também meu canal do Youtube!