Como melhorar a memória durante a menopausa de forma natural

Como melhorar a memória durante a menopausa de forma natural

Memória fraca, esquecimento e dificuldade de concentração podem causar problemas no trabalho e em casa. Porém, alguns estudos demonstraram que a memória na menopausa também é afetada.

Cerca de 60% das mulheres na menopausa ou perimenopausa relatam se sentir como se estivessem em uma “névoa cerebral”. Por exemplo, é comum sentir lapsos de memória e concentração durante os estágios inicial e intermediário da menopausa. Essa perda de memória e concentração da menopausa pode ser alarmante.

Uma mudança importante no corpo que pode causar esquecimento normal durante a menopausa é a redução nos níveis hormonais do corpo. 

Durante a perimenopausa, seus níveis de estrogênio sobem e descem muito. É quando muitas mulheres apresentam sintomas associados à transição para a menopausa. 

O estrogênio é um dos principais hormônios que pode afetar a memória antes ou durante a menopausa. 

Embora os níveis hormonais absolutos não possam ser associados à função cognitiva, é possível que as flutuações que ocorrem durante esse período possam ter um papel nos problemas de memória que muitas mulheres na perimenopausa e menopausa sofrem.

O que causa a perda de memória?

Na saúde da mulher, a queda dos níveis de estrogênio podem causar muitos desconfortos. Sintomas comuns como ondas de calor, suores noturnos, ansiedade e alterações de humor. 

Esses sintomas da menopausa podem mantê-la acordada à noite e fazer com que se sinta cansada e mentalmente esgotada. Um tipo específico de memória conhecido como memória de trabalho — sua capacidade de assimilar e manipular novas informações — não funciona tão bem como de costume durante a menopausa.

Além disso, os pesquisadores acreditam que o estrogênio pode desempenhar um papel na atenção, humor, linguagem e memória. 

Quando os níveis de estrogênio flutuam, o funcionamento do cérebro pode sofrer. Em um estudo, os pesquisadores relacionaram a gravidade e a frequência das ondas de calor a lapsos de memória verbal.

Leia também::: Mitos e verdades dos implantes hormonais

Como melhorar a memória na menopausa?

Se a perda de memória na menopausa está ligada aos hormônios, é comum imaginar que a melhor forma de resolver isso é por meio da terapia de reposição hormonal (TRH). De certo modo, sim.

Mas há outras coisas que você pode fazer de forma natural e que vão ter um impacto positivo na forma como você lembra das coisas. Entre as medidas que pode tomar, experimente:

Atividades físicas

O exercício é bom para o corpo e a mente! A atividade física regular facilita o crescimento e a reparação das células e vasos sanguíneos do cérebro. 

Porém, evite fazer exercícios muito tarde durante o dia, pois isso pode interferir no sono. A recomendação é que mulheres na pré e pós-menopausa façam pelo menos 30 minutos de exercícios moderados por dia, cinco dias por semana. 

Os exercícios aeróbicos e o treinamento de força também podem ajudar a manter sua mente em forma.

Tenha uma boa noite de descanso.

A privação do sono pode prejudicar o funcionamento do cérebro. Crie uma rotina de sono saudável, indo para a cama e acordando na mesma hora todos os dias. 

Tente não confiar em cochilos ou cafeína para regular sua vigília. Mantenha o quarto fresco e bem ventilado para evitar ondas de calor e tome medidas para diminuir quaisquer outros distúrbios do sono.

Coma bem

As dietas ricas em ácidos graxos ômega-3 melhoram a memória e o aprendizado. Os amantes de frutos do mar ficarão felizes em saber que muitos tipos de peixes são embalados com ômega-3, incluindo salmão, atum fresco, ostras e sardinhas. 

Além disso, outros alimentos incluem ovos, leite, leite de soja, iogurte, aveia, e nozes. Mas você também pode encontrá-los em folhas verdes, como couve de Bruxelas, couve e espinafre.

Jogue jogos de memória

Mnemônicos são truques e ferramentas que você pode implantar para ajudar a movimentar a memória de curto prazo. Quando você conhece alguém novo, por exemplo, uma boa maneira de lembrar seu nome é dizer em voz alta e pensar em uma qualidade que essa pessoa pode ter que começa com a mesma letra de seu nome. Por exemplo, Pedro usa pijama, Liliana adora lasanha.

Aprenda a desestressar

Quando estamos estressados, nossos corpos liberam o hormônio do estresse cortisol. A longo prazo, a superprodução de cortisol pode danificar nossa memória e aprendizado. 

O estresse do envelhecimento somado ao trabalho e às responsabilidades familiares pode ser insuportável. 

Aprenda a lidar com a meditação consciente e técnicas de relaxamento. Muitas mulheres consideram a ioga uma boa fonte de exercícios e relaxamento.

Aproveite sua vida!

A menopausa é um momento marcante pela qual as mulheres passam. Algumas sentem os sintomas de forma mais intensa, enquanto outras vivenciam essa fase sem grandes alardes no corpo.

Indiferente da forma como você passará por esse momento, as dicas que dei acima são adequadas para qualquer mulher. Afinal de contas, manter um estilo de vida saudável e exercitar constantemente nosso cérebro nos dá também uma melhor qualidade ao longo de toda nossa vida.

Espero que tenha gostado do artigo com dicas para melhorar a memória na menopausa. Antes que se despeça, já indico também o vídeo que gravei para o meu canal, no qual Dr. Wilson D. Paschoa Jr e eu falamos sobre o que é a menopausa e a pós-menopausa.