You are currently viewing Quais as principais causas da baixa libido feminina?

Quais as principais causas da baixa libido feminina?

As causas da baixa libido feminina podem ser as mais diversas.

Quando uma paciente vem até mim com essa queixa, entendo que pode ser mais de um fator, inclusive eles podem estar combinados.

A libido feminina é complexa. Os estímulos variam bastante de uma mulher para outra e também de acordo com a fase da vida que está passando.

Conhecer o seu próprio corpo é muito importante, e também os ciclos pelos quais o organismo passa. 

Baixa testosterona

É muito comum relacionarmos este importante hormônio ao homem. É bem verdade que a testosterona encontra-se de até 20 vezes mais concentrada no organismo masculino.

No entanto, a testosterona exerce papel essencial também para as funções do corpo da mulher.

A testosterona é produzida pelas glândulas suprarrenais e pelos ovários da mulher.

E sabe o que é mais interessante? Seu principal momento de produção é durante a madrugada, entre 1 e 4 horas da manhã.

É por isso que, quando a mulher não conta com um sono de qualidade iniciado entre as 22h30 e 23 horas, isso pode impactar diretamente na sua libido.

Para cada noite mal dormida por volta dos 35 anos, o organismo precisa de mais dois dias para retomar a produção hormonal. Após os 35, até 3 dias.

Portanto, um dos motivos da baixa libido pode ser a baixa testosterona. Falei mais sobre as funções da testosterona no organismo feminino neste artigo.

Amamentação e pós-parto

Quando a mulher está em fase de aleitamento, a produção do hormônio prolactina inibe a produção dos hormônios sexuais femininos.

Portanto, aquelas que estão amamentando e sentem que o desejo diminuiu, podem ficar tranquilas. É um sinal de que o seu corpo está normal.

Algo parecido ocorre durante o período pós-parto. A produção hormonal atinge seus picos durante a gestação e cai abruptamente após o parto.

Pílula anticoncepcional

Se por um lado as mulheres utilizam contraceptivos orais para terem liberdade sexual e evitar uma gravidez, por outro, esse uso pode reduzir a libido da mulher.

A pílula anticoncepcional aumenta a produção de SHBG, responsável por diminuir os níveis de testosterona livre no organismo.

Uso de antidepressivos e remédios para dormir

Medicamentos que tratam a depressão, os famosos “tarja preta”, determinam a redução hormonal. É importante conversar sobre esse assunto com o psiquiatra que está fazendo o tratamento psiquiátrico.

Menopausa

A chegada da menopausa pode influenciar na libido da mulher. Mesmo enquanto se aproxima, no período que chamamos de climatério, o desejo pode oscilar devido às mudanças hormonais pelas quais o corpo passa.

Em muitos casos, a redução da testosterona, o consequente aumento de peso (quando existe) e o ressecamento vaginal contribuem para esse quadro.

Causas emocionais

Diferente do homem, para a mulher sentir desejo é preciso que esteja em harmonia física e mental. Se algo não vai bem no trabalho, com os filhos ou com a casa, pode afetar a libido.

Em geral é preciso que seja bem estimulada nas preliminares. Sentir-se amada e desejada é fundamental para a libido: afinal, a mente tem grande papel.

Da mesma forma, a autoestima precisa estar em dia. Ame-se da maneira como és e, acredite, dificilmente o seu parceiro vai reparar naquele “defeito” que pode te incomodar.

Lembre-se de sentir orgulho de si mesma, sempre!

Espero que com este artigo você entenda sobre as principais causas da libido feminina.

Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

Até a próxima!